Consolidação no Mercado de BPMS

Por Luis Bender, ProcessMind

Temos visto ultimamente um movimento interessante de consolidação no mercado de Business Process Management Systems, ou BPMS, através de uma série de aquisições. A TIBCO adquiriu a Staffware, a Adobe adquiriu a Q-Link para oferecer o LiveCycle Workflow, a Sun adquiriu a SeeBeyond e hoje oferece o Java Composite Application Platform Suite, a Oracle incorporou a Collaxa para oferecer o Oracle BPEL Process Manager, a BEA adquiriu a Fuego e hoje oferece o AquaLogic BPM Suite e, mais recentemente, a IBM incorporou a FileNet. Bem, eu devo ter esquecido de algumas aquisições, mas a lista acima dá uma idéia de todo esse movimento.

Uma característica interessante dessas aquisições é que os players de infra-estrutura IBM, Oracle, BEA e Sun estão incorporando ofertas de BPM ao seu portfólio de produtos. Com isso, a tendência de se utilizar BPM sobre uma arquitetura orientada a serviços (SOA) aumenta muito, uma vez que todos esses players de infra-estrutura oferecem produtos para SOA. A combinação de BPM e SOA é muito interessante, o que já comentamos em um outro post.

Outro ponto de destaque: essa consolidação faz com que a chance de um player menor sobreviver no mercado diminua bastante. É difícil competir com as máquinas de marketing e vendas de IBM e Oracle, por exemplo, ainda mais quando os dois tem bons produtos. A alternativa: inovar através de novos modelos de negócio. Esses desafios não são exclusivos do mercado e BPMS. No mercado consolidado de banco de dados, por exemplo, poucas empresas compram hoje um produto que não seja oferecido pela Oracle, Microsoft ou IBM. Mas a concorrência que sobreviveu foi aquela que conseguiu inovar no seu modelo de negócio, oferendo software open source, como MySQL ou PostgreSQL, e criando fontes alternativas de receita com serviços, bundles, parcerias etc. Outra alternativa é verticalizar a solução, trabalhando em nichos onde os grandes players não são tão bons. Mas encarar de frente fica cada vez mais difícil.

Há espaço para novas aquisições? Espaço sempre há, mas fica cada vez mais improvável. A Microsoft ainda não adquiriu nenhum vendor de BPMS, mas a julgar por sua estratégia para BPM, parece pouco provável que isso aconteça, porém não impossível. Aumenta muito a chance, também, de alguns dos produtos hoje disponíveis comercialmente passarem a ser oferecidos através de uma estratégia open source ou sem custo, dada a necessidade dos players menores inovarem para sobreviver. Seria um movimento interessante, pois várias empresas que hoje não podem arcar com uma solução desse porte passariam a ter algumas opções de BPMS sem custo à sua disposição.

Publicado em BPM, BPMS. 3 Comments »

3 Respostas to “Consolidação no Mercado de BPMS”

  1. Tales Costa Says:

    Uma tendência que acho provável é a oferta de versões entry-level livre de custos e restrições de prazos de validade. Inclusive, já podemos ver isso acontecendo com as ferramentas de modelagem de alguns desses players.
    Ou seja, repetir que já acontece hoje com as ofertas de banco de dados da Ibm, Oracle e Microsoft.

  2. Luis Bender Says:

    Concordo, Tales, é uma possibilidade interessante. No mercado de servidores de banco de dados teve um impacto significativo. Abre as portas para muitas empresas poderem experimentar as ferramentas e, em alguns casos, utilizarem em produção para demandas menores.

  3. Laura Barros Barbosa, PMP Says:

    Prezado Luis,

    Desculpa. O email anterior foi enviado acidentalmente.

    Parabéns pelo artigo.

    Eu gostaria de colocar uma questão, que aliás até já formulei ao grupo (BPM-FORUM).
    Trata-se das ferramentas de auxílio à fase de mapeamento ou levantamento dos processos existentes. Antes da fase de redesenho ou realinhamento destes. Este mapeamentou ou diagnóstico da situação atual será sempre realizado à luz das metas empresariais. Me parece uma solução simples (em termos de funcionalidade). Todavia tudo que tenho estudado (que é pouco, reconheço) ou mesmo lido, só começa na fase de redesenho. Você conhece algum produto que implemente esta solução? Afinal: SE NÃO SE SABE ONDE ESTÁ, NÃO SE PODE IR A NENHUM LUGAR.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: